[Filme] Hush: A morte ouve - Mike Flanagan

10 março 2017


Pra fechar com chave de ouro a semana que trouxe bastante reflexão em relação ao papel da mulher na sociedade, um filmezinho bem legal de suspense pra você assistir no final de semana. Já passei tantas vezes por ele enquanto navegava na Netflix, e, essa foto de chamada nunca havia despertado meu interesse, sempre pensei "nossa deve ser bem fraquinho e chato". Mas, até que um belo dia resolvi que tava muito tempo ser ver algo que me assustasse e resolvi dar uma chance a ele.

Maddie vive completamente isolada do universo desde que perdeu sua audição aos 13 anos devido à meningite. Vivendo em um mundo completamente silencioso ela começa a caminhada de ser escritora, profissão a qual sua mãe sempre incentivou. Até que uma noite tudo muda e ela terá que fazer de tudo para conseguir superar seus limites físicos e mentais para conseguir se manter viva e escapar de um psicopata que ronda a sua casa.
O filme apesar de ter os clichês do gênero, como o personagem viver isolado ou ir pra um lugar isolado (sempre, né?), vem com uma temática bem original: a protagonista é surda! Eu nunca tinha visto um filme assim antes. E isso acaba fazendo com que você passe o filme inteiro com nervoso de acontecer algo com ela (daí o terror psicológico que ele pode causar). A mensagem que o filme passa de que deficientes não são inválidos e que podem sim se virar sozinhos, buscando algumas táticas que eles acabam criando é sensacional. É ótimo pra acabar com muitos preconceitos, de fato.
Tem umas partes do filme, como uma amiga dela que batia na porta desesperada pra que a Maddie a socorresse, que eu me perguntava "por que raios essa criatura está fazendo isso, não sabe que ela é surda?". Sem contar que a Maddie parece viver no mundo da lua, porque mesmo quando estamos olhando pra frente, nós temos nossa visão periférica e dá pra ver que algo está acontecendo, mesmo que não tão nítido. Fora a primeira cena que ela quase taca fogo na casa enquanto faz comida (e parece ser algo frequente, devido a conversa com a amiga), só que assim, é impossível não sentir o cheiro de algo queimando, fala sério, né? Outra coisa que eu não gostei é por que o cidadão usa essa máscara, se desde o começo até o final ele passa o filme sem ela? Por sinal, achei que a cara dele dava mais medo e raiva ainda, bem psicopata.
Algumas partes do filme são mudas, não se assuste, não deu problema com o som da sua televisão e não aumente o áudio pensando que está baixo o volume da cena haha. São feitas assim pra você também sentir o drama do desespero da Maddie. Eu realmente me apeguei a ela, é bem corajosa e duvido muito que eu faria metade do que ela fez, ainda mais por estar em desvantagem em relação ao assassino. Tem uma parte que eu achei muito especial que dá a voz à personagem, mostrando todas os seus pensamentos calculando as suas possíveis chances de escapar daquela situação, a famosa "voz da mente escritora", como ela chama.
Hush não é um dos melhores filmes que eu já vi de suspense, no sentido de me dar medo, assim como tem muitas falhas. Mas, sem dúvida devido à Maddie ser como ela é, ele se torna um filme que vale muito a pena assistir.

Trailer:




Obs: Não sei direito o porquê, mas tive sérios problemas com a formatação do post enquanto escrevia (posição do texto e principalmente da foto no topo). Talvez o blog tenha ficado com medo e não quis colaborar haueh, então perdoe.

8 comentários

  1. EITA, eu adorei seu post... fiquei até com medinho do trailer! Entrou para a lista <3

    ResponderExcluir
  2. Mandy, seu blog é muito lindo! Amo o lay! Sobre o filme, morro de medo até dos filmes de suspense hahahaahaha mas achei a temática muito interessante, e vou procurar assistir (de dia!!) ahhaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Ele não me deu medo não, no máximo me deixou aflita por causa dela estar na desvantagem. Só que acabou que a Maddie me surpreendeu muito.

      Excluir
  3. Olá! Menina, eu também já passei por esse filme algumas vezes nas minhas caçadas no Netflix e não tinha me interessado... Até ler sua resenha! E eu sou muito fã de filme de terror e suspense, e realmente o roteiro é bem original, ainda não tinha visto nada assim enfocando um caso de uma pessoa com necessidades especiais (no caso, a surdez). Achei muito criativo e uma bela tacada, vou até botar aqui para ver agora. Abraços e sucesso!

    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a foto dele não chama nada atenção né? Sem dúvida, bastante original nesse quesito e até que ele é legalzinho haha

      Excluir
  4. Essa é a segunda indicação que vejo desse filme e cada vez mais fico com vontade de assistir. A ideia da protagonista surda realmente chama a minha atenção, e acho que isso de algumas cenas serem sem som ia me deixar bem nervosa hahaha vou tentar assistir esse filme quando puder! Ah, amei o blog <3
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❣

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Sim, até eu perceber que partes do filme eram mudas eu fui trollada aumentando o volume da televisão e diminuindo as pressas.

      Excluir
  5. Eu gostei muito do filme, me surpreendeu bastante. Eu entendi o negócio da máscara, ele pretendia manter ela mas como a Maddie achou que seria uma forma de se livrar dele, ele tirou a máscara e mostrou que não se importava que ela conhecesse a cara dela. E também acho que que a cara dele dava muito mais medo sem a máscara, hahah
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir

© Copyright DE LOUCOS TODOS SOMOS UM POUCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: DRÊ DESIGN.
imagem-logo