10 curiosidades sobre cegonhas

21 novembro 2016

Tem um certo tempo que eu não escrevia nada sobre biologia aqui, na verdade, fiquei ausente por um certo tempo, devido ao agito que aconteceu na faculdade, mas cá estou de volta buscando adaptar melhor os meus horários para não deixar aqui de lado. Bem, já que segunda passada eu postei uma resenha do filme cegonhas, resolvi que nada mais justo e interessante seria comentar algumas das curiosidades desse pássaro que poucos sabem.
Cegonha-branca, nome científico: Ciconia ciconia
10. São aves monogâmicas.
As cegonhas quando encontram um parceiro, são fiéis à eles e permanecem juntos até o fim de suas vidas.
Quando o casal de cegonha se reúne no ninho, se saúdam com curvaturas de pescoço e com batidas de bico, lembrando o barulho da castanhola. Essas aves não possuem faringe, sendo assim não emitem sons vocais, mas sim batendo os bicos, o nome dessa atividade é gloterar. Achei um vídeo no youtube mostrando essa cena, infelizmente não tem áudio. São cegonhas-branca, vivem em Lisboa, capital de Portugal e são uma das mais famosas lá, são chamadas de Renata e Zacarias, são tão famosas que possuem um canal de Youtube: Cegonhas na Web e também tem um site, mas não consegui achar.

9. Ataca quem invade seu território.
Apesar da ave ser considerada dócil, ela pode ser bastante hostil e atacar qualquer outro animal que venha invadir seu território. Encontrei um vídeo, neste mesmo canal que citei no item acima, mostrando como que é feito a defesa, o ataque começa a partir de 9 minutos de vídeo.

8. As diferentes espécies de cegonha.
Existem sete espécies diferentes do gênero Ciconia, o qual é denominado como as verdadeiras "cegonhas".
1. Cegonha-de-cara-amarela (Ciconia stormi) 2. Cegonha-de-pescoço-branco (Ciconia episcopus) 3. Cegonha-branca-oriental (Ciconia boyciana) 4. Maguari (Ciconia maguari) 5. Cegonha-de-abdim (Ciconia abdimii) 6. Cegonha-preta (Ciconia nigra) 7. Cegonha-branca (Ciconia ciconia)
7. Ave migratória.
Algumas cegonhas viajam da Europa  ao sul da África em grandes grupos, durante a migração de outono - um percurso de quase 10.000 km, com poucas interrupções. Os poucos períodos de descansos ocorrem no alto dos picos escarpados, encontrado por elas em algumas regiões montanhosas na África.
Geralmente elas ficam em regiões vastas, à beira de lagos, lagoas, pântanos e outros lugares úmidos. Normalmente, ela fica no continente africano durante o período de inverno e volta para o continente europeu no início da Primavera. Algumas pessoas na Europa, aproveitam esse período migratório para destruir seus ninhos, e, isso pode fazer com que quando as aves retornam e deparam que seu ninho construído fora desfeito, não se acasale durante aquele período, assim como, podendo muita das vezes não voltar para aquele local no próximo ano.
Porém, algumas aves se "apegam" bastante aquela região, se estabelecendo lá e acabam não migrando, como por exemplo as que foram citadas no vídeo acima, a Renata e o Zacarias. Em Portugal, as cegonhas são tão queridas que são protegidas pelas pessoas, e quem fizer algum mal à elas, é feito queixa na delegacia. O vídeo abaixo é sobre uma matéria que teve no jornal hoje, no quadro "Crônicas de Lisboa: Portugal é lar favorito das cegonhas".

6. Tipo de alimentação.
Consomem presas vivas capturadas com o bico, as quais são engolidas em seguida, como: ratos, sapos, insetos, peixes e até cobras de tamanho médio.

5. Construção dos ninhos.
Costumam ser feitos em árvores, porém, devido à grande urbanização, algumas fazem em cima de chaminés, antenas de rede elétrica, etc. Por conta disso, várias pessoas acabam colocando uma roda no alto da chaminé para facilitar a construção do ninho. Acredita-se, que as cegonhas trazem sorte aos moradores da casa escolhida.

4. Um jeito diferente de dormir.
Elas dormem equilibradas em apenas uma das pernas, trocando de vez enquanto sem acordar, como, nós humanos mudamos de posição enquanto dormimos.

3. Dedicação familiar mútua.
Os filhotes nascem durante a primavera, e, quando há chuvas, a fêmea entreabre suas asas para protegê-los.

2. Algumas aves que são popularmente conhecida como cegonhas.
Algumas aves que não possuem o gênero Ciconia, são chamadas erroneamente de cegonhas também, aqui está alguma delas. Eu particularmente não as conhecia, achei algumas bem exóticas por sinal.
1. Cegonha-bico-de-sapato (Balaeniceps rex) 2. Cegonha-bico-de-sela (Ephippiorhynchus senegalensis)
1. Por que associamos cegonhas à entrega de bebês?
Uma das lendas é que há muitos anos atrás na Antiga Grécia, havia uma ninfa que gostava muito de bebês. Ela era amiga de uma deusa que casou-se com um mortal e, por isso, foi expulsa do Olimpo por Zeus. Como castigo, esta deusa não poderia engravidar, ainda que fosse o seu maior sonho. Ao saber disto, a ninfa resolveu procurar na Terra por um bebê abandonado. Procurou bastante, mas não encontrava de jeito algum, cansada, decidiu nadar num rio da Grécia, e, foi quando ela viu uma cesta flutuando e possuía um neném no seu interior. Ela rapidamente levou a criança até a deusa, a qual adotou o bebê. Quando soube disto, Zeus ficou furioso e transformou a ninfa em cegonha, como castigo. E partir daquele dia, esta ninfa transformada em cegonha passou a vagar pela Terra na busca de bebês abandonados para as mulheres que não podiam ter filhos.

Na Escandinávia houve algumas alterações desta lenda, na época os partos costumavam ser feitos em casa e as mães para explicarem aos filhos mais novos o aparecimento de um bebê dentro de casa, diziam que foi trazido pela cegonha. Já para explicar o motivo do descanso pós-parto e o quarto sujo de sangue, as mulheres falavam que a cegonha havia bicado as suas pernas.
Uma curiosidade a parte: reza a lenda que quando uma cegonha faz ninho na chaminé de uma casa é sinal que uma das mulheres ficará grávida logo.

Mandy.


Fontes:

4 comentários

  1. ı love very much this animal... thanks for sharing ...

    ResponderExcluir
  2. Que informações interessantes sobre as cegonhas!
    Confesso que eu não sabia a metade destas informações.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir

© Copyright DE LOUCOS TODOS SOMOS UM POUCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: DRÊ DESIGN.
imagem-logo