Adolf Hitler teria mesmo cometido suicídio?

08 setembro 2016

Eu assisti uma reportagem semana passada no jornal que muito me intrigou. Sempre aprendemos na escola ou assistindo filmes sobre o suicídio cometido por Hitler quando soube que a Alemanha estava perdendo a guerra para os soviéticos, mas a grande maioria (e eu me incluo nisso), nunca pensamos na possibilidade de uma fuga, visto que ninguém sabe sobre os restos mortais do Führer e sua esposa, Eva Braun.
tradução: O líder da grande Alemanha
A versão contada oficialmente é de que Adolf Hitler teria cometido suicídio em 30 de abril de 1945, após ingerir cianureto e disparar uma arma contra a própria cabeça, e, existe inúmeras referências historiográficas que comprovam essa versão, contudo, existem inúmeras teorias que contrariam essas informações. E uma das versões é de que o ditador nazista juntamente com sua esposa teriam fugido para a América do Sul, e escolhido o Brasil como exílio, visto que haviam grupos nazistas aqui. A pesquisadora brasileira Simoni Renée Guerreiro Dias explorou essa versão em sua dissertação de mestrado em jornalismo, acredita que o Führer fugiu para a Argentina e depois para o Paraguai antes de se estabelecer no estado de Mato Grosso, onde passou a utilizar o nome falso de Adolf Leipzig.
Hitler e Eva Braun em Berghof: alvo e local da operação Foxley
Recentemente, a teoria de que Hitler teria fugido foi reforçada com o livro de um ex-agente secreto da KGB, a agência de inteligência soviética, o qual descreve como Hitler escapou em um submarino, junto com um grupo de oficiais nazistas de alto escalão, que foram deixados em vários pontos estratégicos do continente sul americano. Alguns arquivos secretos do FBI que foram liberados pelo mesmo, indicam uma possível fuga de Hitler para a Argentina, Paraguai ou Brasil. Segundo o autor, o próprio Stalin estava convencido da fuga de Hitler, suspeitando que houve um pacto entre ele e as potências ocidentais, que teriam poupado sua vida em troca de conhecimentos de tecnologia bélica.
Primeira página do arquivo secreto liberado pelo FBI. (As partes grifadas de preto são confidenciais)
Pesquisando mais a fundo essa notícia, deparei com um livro que me interessou muito e irei procurá-lo depois, chamado "Hitler no Brasil - Sua vida e sua morte" da pesquisadora Simoni Renée que gerou uma certa polêmica em 2014, ao afirmar que o ditador teria morrido na verdade com 95 anos em uma pequena cidade de Cuiabá, chamada Nossa Senhora do Livramento. Além disso, ainda sugeria que ele teve um relacionamento com uma mulher negra chamada Cotinga para que não chamasse atenção sua verdadeira identidade.
Imagem supostamente de Hitler e Cotinga
Simoni Renée espera realizar um exame de DNA em Israel com um suposto descendente do nazista para mostrar semelhanças entre o material genético com os restos mortais de Adolf Leipzig, para a comprovação de sua tese. Porém, ainda falta a permissão da Justiça para exumar o corpo.
Comparação de semelhanças entre Adolf Leipzig e Adolf Hitler
Um outro jornalista que também acredita na versão da fuga de Hitler é o argentino Abel Basti, escritor do livro "El Exilio de Hitler" (Ediciones Absalón, 493 páginas), ele sustenta a tese de que o líder do nazismo e sua mulher, Eva Braun, não se mataram, mas sim fugiram para Barcelona, onde passaram alguns dias, e depois foram para a Argentina, onde morreu nos anos 60.

Fontes:


Mandy.

8 comentários

  1. Olá Amanda! Que interessante hein, nunca tinha ouvido falar tal coisa... será?

    Obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também, fiquei bastante pensativa sobre isso até porque faz um certo sentido essa fuga, de certa forma.
      Obrigada por ter gostado do post!

      beijos,
      Mandy

      Excluir
  2. é intrigante achar que um monstro desse veio parar aqui no Brasil e viveu como um cidadão normal que absurdo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, de fato. E um pouco assustador também, acredito.

      beijos,
      Mandy

      Excluir
  3. Realmente é um caso que temos muitas duvidas, mas é um pena o que ele fez.
    beijos!
    www.garotadelicada.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, é exatamente isso que está sendo analisado, se ele cometeu ou não.

      Mandy

      Excluir
  4. Eu já ouvi falar desta teoria também em um documentário.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem um programa no History Channel que fala exatamente sobre isso!

      beijos,
      Mandy

      Excluir

© Copyright DE LOUCOS TODOS SOMOS UM POUCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: DRÊ DESIGN.
imagem-logo