TOP 10: Comidas Fakes

24 agosto 2016


Olá,
você deve estar se perguntando "mas que raio é esse de comida fake, é algum tipo de comida futurística feita em cápsulas?" Não! Comidas fakes são na verdade um tipo de alimento "genérico" que você consome pensando ser o original, são fáceis de serem substituídos, possuem um paladar bem próximo ao original e são mais em conta.

10. Chocolate
Esse não é lá muita surpresa pois a maioria sabe que, alguns dos chocolates que consumimos, tem pouquíssimo cacau, para ser mais específica, o produto deve possuir pelo menos 25 % de cacau para ser considerado chocolate pelas leis brasileiras. Porém, em entrevista para o portal uol, Marcos Lessa, o produtor de cacau e presidente da Associação de Turismo de Ilhéus (Bahia), denunciou que muita das vezes o que encontramos nas prateleiras dos mercados não seja realmente chocolate, e sim um doce, podendo ter até menos do que 5 % de cacau. Segundo ele, muitos ainda afirmam que possuem uma porcentagem alta de cacau, quando na verdade não possuem e isso acontece devido à falta de fiscalização quanto ao rótulo do produto. Nesses casos, a falta de cacau nesses doces é substituída por altas quantidades de açúcar e gordura.

9. Pipocas amanteigadas e Pipoca de canjica
Pipocas do cinema são sem dúvida bastante saborosas e uma das coisas mais decepcionantes é descobrir que na verdade elas não são feitas exatamente a base de manteiga, pois, sairia mais caro e por conta disso são feitas de formas alternativas mais em conta e que não deixam a pipoca tão murchas. Elas costumam ser banhadas com óleo de soja, coco ou canola em sua forma sólida e o sal utilizado possui um sabor artificial de manteiga e um pouco de beta caroteno para dar a cor, o sabor é uniforme porque tanto sal quanto o óleo são adicionados juntos durante o preparo.
A também famosa cobertura de manteiga que é oferecida em alguns cinemas, também não se trata de manteiga derretida, mas sim uma mistura de óleo com sabor artificial de manteiga, sendo necessário um certo cuidado ao consumi-la, pois uma concha pode conter até 130 calorias (cal).
Esse item é um bônus e é mais a nível de curiosidade, pipoca de canjica é mais conhecida por ser vendida naqueles plásticos rosa (e eu particularmente a chamo apenas de pipoca), bom, apesar de levar o nome de pipoca, ela não é feita com o milho comum utilizado na produção das pipocas tradicionais, o preço não varia muito em si, é mais o sabor mesmo.  Seu modo de preparo é feito através de uma espécie de milho, chamada Zea mays.

8. Bacalhau 
Sempre muito procurado durante comemorações que reúnem a família toda, como: ano novo, páscoa e natal, só que você sabia que o bacalhau que você come pode não é o verdadeiro? Só é considerado bacalhau verdadeiro, o conhecido "bacalhau do Porto" os peixes da espécie Gadus mohrua. Algumas espécies do mesmo gênero, chamadas de Ling, Zarbo e Saithe é comercializada como se fosse o próprio bacalhau em peixarias e alguns restaurantes, além disso, seu preço é praticamente metade do valor que o bacalhau do Porto é vendido.

7. Caviar
Caviar é um dos pratos mais famosos e mais caros, mas a maioria das vezes ele é facilmente substituído por ágar (em poucas quantidades) ou por sagu e ambos são de origem vegetal. Quem quiser experimentar em casa nesse site tem a receita.


6. Lagostas
É um dos pratos de crustáceos mais caros que existem, mas assim como o caviar, pode ser substituída por algo mais em conta, um filé de peixe por exemplo, se interessou? Segue aqui a receita. O seu alto preço assim como o de alguns peixes e outros frutos do mar se deve ao fato de estarem ameaçadas de extinção, então, vamos evitar o consumo deles gente, inclusive um deles é o próprio bacalhau, citado no item 8!

5. Pão e biscoitos integrais
Ultimamente eles estão sendo bastante consumidos entre as pessoas que desejam melhorar sua alimentação e/ou emagrecer. eles possuem grãos que não passam por um processo de refinamento, com suas fibras preservadas e ajudam na limpeza do organismo ao manterem os níveis baixos de colesterol, controle dos picos de insulina no sangue, aumentam a saciedade e facilitam no emagrecimento. Porém, eles não são 100% integrais, pelo fato de não haver nenhuma regra criada pela Anvisa para fabricação de produtos desse gênero, e em alguns casos pode ter apenas 30% de farinha integral. Uma dica para ter certeza de que vale a pena comprar um pão integral é olhar a tabela nutricional e ver se ele possui de 3 a 5 g de fibras a cada 50 g de pão.

4. Cerejas
Algumas receitas costumam utilizar cerejas, mas pasmem aquilo bem provavelmente pode ser chuchu! Isso mesmo, dificilmente você vai comer uma cereja de verdade em um bolo ou sorvete, por serem muito caras por aqui, confeiteiros e culinaristas costumam utilizar o chuchu como uma forma alternativa devido ao fato de que ele não possui um sabor próprio e pega gosto muito fácil daquilo que se é temperado junto. Com isso, utilizam a técnica de transformá-lo em cerejas em calda, que nada mais é do que colocá-lo embebido em groselha.
1. cerejas 2. chuchu já cortados em forma de cereja
3. Mel
Nem todo mel é 100% puro e pode ser adulterado, sendo uma mistura de mel e xarope de açúcar, beterraba ou arroz e também existe o mel realmente falso, produzido através da mistura de água. açúcar, alúmen e corantes. Na China é estimado que sejam fabricados cerca de 70% mel falsificado, o que torna-se um grande problema, pois é o país que mais produz e exporta mel mundialmente.


2. Arroz
Esse é um dos itens mais polêmicos, o tal do arroz de plástico que a China criou. Contudo, ele não é exatamente feito de plástico, mas sim de batata doce e resina sintética moldada na forma original do arroz e era comercializado principalmente no mercado chinês, mas mesmo após cozido permanecia duro e não era facilmente digerido.

1. Carne
Sim, pasmem, na China eles conseguem falsificar carnes de ratos e raposas adicionando alguns produtos químicos para vende-las como se fossem carnes de carneiro. A polícia chinesa fez até um vídeo ensinando a como diferenciar a carne de carneiro verdadeira da falsificada.



Até logo,
Mandy!

6 comentários

  1. Adorei seu post, super interessante... E funciona bem assim mesmo,principalmente com alimentos industrializados. Nunca sabemos o q estamos comendo realmente...

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É verdade, alguns alimentos industrializados você fica até boba de saber o que está naquela mistura!

      Beijos,
      Mandy

      Excluir
  2. Achei super valido esse post, apenas descobrindo a verdade por trás de alguns alimentos que parecem serem feitos de algum material quando na verdade não é, goxtei mesmo viu? Parabéns <3

    http://pequenamabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Teve uns que fiquei bastante chocada enquanto tava pesquisando pra escrever o post.
      Obrigada pela visita, volte sempre ;)

      Beijos,
      Mandy

      Excluir
  3. Adorei a matéria gosto desses assuntos, foi bem esclarecedor, continue assim trazendo matérias sempre atuais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Eu estou buscando ao máximo trazer matérias que possuam algum grau de relevância.

      Beijos,
      Mandy

      Excluir

© Copyright DE LOUCOS TODOS SOMOS UM POUCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: DRÊ DESIGN.
imagem-logo