Sedentarismo: o surgimento e as consequências deste estilo de vida

11 julho 2016


Sedentarismo é considerado o mal do século, ocorrendo através da ausência ou minimização de atividades físicas realizadas no corpo, sendo estas não necessariamente a prática de esportes, mas todo e qualquer movimento realizado pelo corpo. Contudo, o conceito de sedentarismo vai muito além disso, tendo como relação principal a quantidade de calorias que cada pessoa gasta semanalmente. Sendo assim, em média, para uma pessoa poder ser considerada ativa é preciso que ocorra a queima de 2.200 calorias por semana, sendo 300 calorias por dia.
Ao contrário do que muitos imaginam o sedentarismo não é algo recente, estudos apontam que o surgimento foi no último período do Neolítico, denominado Nova Pedra e Pedra Polida. O motivo disso era que durante esses anos o homem começou a produzir mais alimentos, surgindo também às primeiras comunidades, moradias e uma agricultura primitiva, de modo que levou o homem a diminuir a necessidade de caça constante para se alimentar, bastando apenas conseguir um local seguro e com um solo fértil para se instalar, caçando apenas carnes e peixes. Porém, ainda existiam povos que continuavam vivendo como nômades, e, constantemente saqueavam as pequenas aldeias em busca de suprimento.
Em teoria, independe de idade ou sexo para saber quais são as pessoas mais propensas a adquirir hábitos sedentários. A diminuição de atividades físicas, ao contrário do que muitos pensam, não começa conforme ficamos mais velhos, mas sim, quando ainda somos jovens. Isso pode ser notado nas escolas, durante as aulas de educação física, onde, em sua maioria meninas que após atingir a puberdade, passam a querer participar cada vez menos das aulas, assim como, se movimentarem ainda menos, passando, a maior parte do seu tempo, sentadas. Em contra partida os meninos, em sua grande maioria, continuam praticando exercícios, como: correr ou jogar bola.


Os riscos de adquirir esse estilo de vida são diversos e acabam acarretando doenças ligadas principalmente ao sistema cardiovascular. Alguns dos principais prejuízos à saúde que os sedentários estão expostos são: obesidade, pressão alta, diabetes, aumento do colesterol, infarto, derrames, depressão, doenças articulares, alguns tipos de câncer, distúrbios psicológicos, asma. Sendo, além disso, considerado o fator principal que leva o indivíduo a morte súbita, ao ser associado direta ou indiretamente ao agravamento da maioria das doenças. Contudo, os benefícios de começar a atividade física são inúmeros, dentre eles: redução do risco de morte prematura ou por doenças cardiovasculares; redução do risco de desenvolver diabetes, câncer de cólon e pressão alta; ajuda a diminuir a pressão sanguínea em pessoas que já tem pressão alta e a controlar o peso corporal; diminui os sentimentos de ansiedade e depressão, promovendo o bem-estar psicológico; ajuda a manter ossos, músculos e articulações saudáveis; ajudam idosos a ficarem mais fortes e mais capazes de mover sem cair; melhora a qualidade do sono; deixa a vida sexual mais atraente.
Muitas pessoas ainda insistem em justificar sua falta de exercícios físicos com desculpas de que não tem tempo, não está motivado ou até nas mudanças climáticas. É necessário que haja força de vontade de cada pessoa deixar de ser sedentário e passar a ser uma pessoa ativa com hábitos mais saudáveis. Isso não quer dizer que hoje mesmo você deve procurar a academia mais próxima da sua casa, mas sim, preferir utilizar mais a escada ao invés do elevador; realizar tarefas domésticas; utilizar o computador somente durante o tempo realmente necessário; começar com pequenas caminhadas e ir aumentando a distância gradativamente. As mudanças no seu corpo serão perceptíveis conforme o aumento do estímulo ao músculo em se exercitar. É importante que haja sempre um acompanhamento médico, de um profissional de educação física (caso opte por exercícios físicos mais complexos como: musculação ou luta, por exemplo) e nutricionista, pois este será o responsável por estabelecer uma reeducação alimentar, incluindo mais alimentos saudáveis e a quantidade exata de calorias que deverão ser consumidas de acordo com o peso, altura e o nível de atividade física realizada, em uma dieta balanceada feita especialmente para você.

Fontes:


Mandy.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Copyright DE LOUCOS TODOS SOMOS UM POUCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Designer e programação por: DRÊ DESIGN.
imagem-logo